domingo, 17 de outubro de 2010

DOS AMORES & "AMORES"



Acho que quietinha hoje, tive vontade de lembrar do que me fazia feliz...

Cresci ouvindo que fadas, duendes, coelhinho da páscoa,
papai noel existiam mas príncipes encantados não.
Talvez tenha sido por isso que me submeti a tanta coisa
por me achar sempre merecedora de qualquer migalha que viesse.

Mas lá no fundo nunca deixei de acreditar que era possível
existir sim amor verdadeiro entre as pessoas.
Não falo só de paixão, ah essa sabemos o quão é efêmera.
Falo daquele amor que renasce dia-a-dia...
... aquele pelo qual você sente todos os dias vontade de conquistar
de novo e de novo e de novo.

O erro da maioria dos casais está justamente aí.
Achar que conquistou, apaixonou, viveu aqueles momentos de química pura,
que vão arrefecendo com o tempo e deixamos pra lá.

Vamos nos acomodando com os bom dias cada vez mais distantes, abraços frouxos,
beijos sem vontade, sexo sem emoção, porque achamos que o amor é isso...
... essa coisa sem graça, misturada com companheirismo, respeito e atenção.

Será??
Amor será mesmo isso??

Há dias venho pensando nisso, e cheguei a perguntar para algumas pessoas se
elas já amaram de verdade alguém e pedi que descrevessem.
O resultado: CATASTRÓFICO!

A maioria delas teve uma paixonite aguda, que virou rotina
e acabaram se acomodando naquilo chamando de amor.
Não não não!
Me recuso A ACREDITAR QUE AMOR NADA MAIS É QUE A PAIXÃO ACOMODADA!!!

Eu poderia passar horas aqui descrevendo o que é o amor na minha visão
completamente "cinderelesca" (mas sou altamente suspeita).
Quero deixar registrado apenas uma coisa em relação a minha visão de amor:
Acho que só amamos de verdade uma única pessoa.
Não existe essa de que se ama uma, duas, três vezes...
... amor mesmo, o de verdade é só uma vez!

O resto são apenas uma coisa que costumo chamar de um bem-querer muito grande (depois que passa da fase da paixão).

E para a tristeza de muitos, preciso enfatizar:
NEM TODO MUNDO TEM A SORTE DE ENCONTRAR UM AMOR
Não to falando que esse "tal" amor dura pra sempre (alguns sim) mas não necessariamente você vai amar uma pessoa e passar o resto da sua vida ao lado dela.

Muitas coisas acontecem em volta do casal, quando eles estão em perfeita harmonia, e se amam tanto que não conseguem ver.
Nem sempre a relação vai terminar por falta de amor.

Digo isso por experiência própria...
... e por falar nisso, eu posso dizer que tive um amor de verdade, mas infelizmente não era pra ser, justamente pelos motivos alheios a nós dois.
Mas o amor fica...
Está lá guardado...
Nós vamos conhecer pessoas novas, viver experiências diferentes, sentir coisas diferentes, vai ser bom também, mas sinto muito dizer meninas NÃO VAI SER AMOR!

Lembro como se fosse hoje o dia em que decidimos que era melhor cada um seguir seu rumo. Foi difícil!
Mas uma frase que nunca vou esquecer, acho que a mais profunda
e pertubadora que ele me disse foi:
"depois do que eu te dei e do que você me deu, não podemos aceitar nada inferior ao que tivemos. Porque vai ser pouco... e pouco pra gente não serve. "

Complicado né?
Eu sei...
Rss... talvez por isso esteja solteira até hoje.
Porque qualquer coisa não serve.

E eu ja me apaixonei de novo depois disso, mas acaba...
... quando lembro dessa frase, simplesmente acaba!

É difícil você procurar características do "seu amor perfeito" em outras pessoas.
Não perca seu tempo mocinhas e mocinhos, NÃO VÃO ENCONTRAR!

Somos seres únicos, então quele jeito de abrir os olhos e ver que ele já estava acordado te olhando, dificilmente você vai achar em outra pessoa.
Ou a forma como vocês entravam em sincronia causando inveja nos casais ao redor...
... também não vai mais existir.
Mas calma...
Não quero dizer com isso que a vida acabou porque seu
príncipe encantado subiu em um cavalo branco e
foi embora para o "Reino tão tão distante".

Existem pessoas por aí, nos olhando, querendo se aproximar, com medo porque estamos tão armadas, ou construimos um muro tão grande ao nosso redor que nem chegam perto de nós. (o erro está aí!)
Eu sei que nunca ninguém vai substituir o que eu vivi (ou o que você que está me lendo agora viveu), eu sei que por mais que eu conheça pessoas e me apaixone "N" vezes, sempre que eu quiser matar a saudade desse amor perfeito, ele estará ali num cantinho guardado.
O segredo é NÃO DEIXAR QUE ESSAS LEMBRANÇAS TE FAÇAM MAL!
É sim fazer delas escadas para tentar novamente...
É se permitir ser amada por alguém, por mais que você não consiga sentir de novo o que sentiu um dia, tenha certeza que quando alguém vem com muito amor pra te oferecer, isso acaba quebrando algumas regras dentro de nós.

Não podemos deixar NOS ESCRAVIZAR pelo amor perfeito que foi embora
e se colocar em uma redoma pra ninguém chegar perto.
Nosso coração é grande, esse "amor" vai estar lá guardado, quando quiser ser relembrado nós damos um jeito de fechar os olhos e até imaginar o desenho do rosto da pessoa com a ponta dos dedos (quem nunca pediu para o outro fechar os olhos e desenhar o rosto dele com a ponta dos dedos, só pra lembrar do contorno quando desse saudade??).
Mas não podemos deixar que isso nos escravize... (falando outra vez)
As lembranças vão estar lá, SEMPRE!
Quer seu marido, esposa, namorado, noiva queiram ou não.
É lógico que você não vai ficar dizendo que está lembrando disso ou daquilo.
Mas você pode tentar fazer desse bem-querer algo maravilhoso
e cheio de frutos bons também.

Mas não mate dentro de você a essência do amor perfeito que você viveu,
ele será combustível pra tanta coisa na sua vida...
Não deixem também que seus parceiros por saberem de tal amor, tentem acabar com isso, É IMPOSSÍVEL, SÓ FAZ AS LEMBRANÇAS VIREM MAIS A TONA!

Quero terminar repetindo mais uma coisa:
"quem já teve o melhor e mais puro amor na sua vida,
não pode se contentar com qualquer coisa por medo da solidão"...
... esperem com paciência e deixem ser amadas, o resto meus caros
é construído com o tempo, mas não matem a essência dentro
de vocês para satisfazer o ego de ninguém.

R.Guimarães

Um comentário:

Isabel Gavina disse...

"Não existem amores feios nem prisões belas.
"Os mais verdadeiros e os mais vivos amores são sempre os mais inesperados,lindo o teu texto bjs