quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

RETROSPECTIVA 2010


Apurado de 2010:
15 crônicas escritas,
3 poemas,
2 viagens inesquecíveis,
18 novos amigos verdadeiros,
6 amigos verdadeiros que reencontrei depois de anos,
3 decepções com quem menos imaginava
sendo 2 reconciliações,
1 episódio lamentável com uma pessoa
que não tem o juízo certo,
1 morte repentina de um amigo querido,
1 paixão,
1 namorado que é um anjo,
1 ex-grande amor enterrado (encanto totalmente desfeito
depois de anos e anos que me impediam de ser feliz),
1 consultório novo e que graças a Deus tem sido um sucesso,
2 campanhas em prol do meu trabalho
no HNL com 100% de aceitação,
8 filmes inéditos,
12 filmes repetidos,
4 livros que comecei a ler (2 terminados),
1 sobrinha linda e perfeita com a graça de Deus ...
entre tantos acontecimentos que não consigo me recordar agora.
De um modo geral, 2010 foi PERFEITO...
Que Deus me conceda a mesma graça e tantas outras em 2011.
A todos que fizeram parte da minha vida neste ano,
desejo também o MELHOR DO MELHOR!!!
Beijossss carregados de coisinhas boas e doces

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Fale por mim querido Caio


“... ela é uma moça de poses delicadas,
sorrisos discretos e olhar misterioso.
ela tem cara de menina mimada,
um quê de esquisitice,
...uma sensibilidade de flor,
um jeito encantado de ser,
um toque de intuição
e um tom de doçura.
ela reflete lilás,
um brilho de estrela,
uma inquietude,
uma solidão de artista e
um ar sensato de cientista.
ela é intensa e tem mania de
sentir por completo,
de amar por completo
e de ser por completo.
dentro dela tem um coração bobo,
que é sempre capaz de amar
e de acreditar outra vez.
ela tem aquele gosto doce
de menina romântica
e aquele gosto ácido
de mulher moderna.”


Caio F.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

NAMORO POR CARLOS DRUMMOND


Existe isso ainda de que todo começo de namoro é essa coisa eufórica o tempo todo ou a maturidade nos faz enxergar as coisas de uma forma diferente??

Grande Drummond, achei isso hoje e não poderia deixar de postar aqui. Subscreve exatamente como vejo um ideal de namoro perfeito.



"Pois namorar não é só
juntar duas atrações,
no velho estilo ou no moderno estilo,
com arrepios,
murmúrios,
silêncios,
caminhadas,
jantares,
gravações,
fins-de-semana,
o carro à toda ou a 80,
lancha,
piscina,
dia-dos-namorados,
foto colorida,
filme adoidado,
rápido motel onde os espelhos
não guardam beijo e alma de ninguém.

Namorar é o sentido absoluto que se esconde
no gesto muito simples,
não intencional,
nunca previsto,
e dá ao gesto a cor do amanhecer,
para ficar durando,
perdurando,
som de cristal na concha
ou no infinito."

[Drummond]

Pitty - Só Agora (Chiaroscope Oficial)

ind